As Barclays ATP World Tour Finals, com início agendado para este domingo em Londres, vão ter segurança reforçada, devido aos ataques terroristas que já fizeram 128 mortos e cerca de 300 feridos em Paris, esta sexta-feira à noite. Em comunicado emitido pela Associação de Tenistas Profissionais (ATP),  o alerta é máximo e toda a prevenção necessária já foi preparada.

“A O2 Arena já ampliou a segurança e a preparação para a realização do torneio continua como é habitual. A segurança no local está a ser reforçada para os nossos visitantes. Pedimos paciência ao público que venha até à O2 Arena assistir à prova”, lê-se, assim como algumas indicações para as pessoas que estarão presentes.

“Não será possível comer nem beber na O2 Arena. As malas serão revistadas. Nenhuma mala com tamanho superior a uma mochila será permitida durante o torneio e o público é aconselhado a não correr”, conclui-se.

Este domingo, Novak Djokovic, número um do ranking mundial, abre as hostilidades do evento que reúne os oito melhores jogadores da época, às 14 horas de Portugal Continental, frente ao japonês Kei Nishikori. Mais tarde, às 20 horas, o suíço Roger Federer defronta o checo Tomas Berdych.

Na final feminina da Fed Cup, que começou a disputar-se este sábado entre a Rússia e a República Checa, foi feito um minuto de silêncio antes do início dos embates, em Praga, em homenagem às vítimas mortais dos atentados em Paris. “A ITF, de todos os países, estende o apoio às vítimas de terrorismo. Vivemos num mundo perigoso e, por isso, precisamos de nos levantar todos juntos nestes momentos”, confessou David Haggerty, presidente da Federação Internacional de Ténis.

Sobre o autor
-

Licenciado em Ciências da Comunicação – vertente de Jornalismo – pela Universidade Autónoma de Lisboa. Ténis é a minha vida. Colaborador do site Bola Amarela desde Dezembro de 2011.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *