Kohlschreiber: «Espero manter-me positivo. A derrota com o Ferrer foi das mais duras da minha carreira»

Philipp Kohlschreiber protagonizou um encontro inesquecível frente a David Ferrer, no quinto e decisivo embate da eliminatória entre a Espanha e Alemanha para a Taça Davis, no qual acabou por sorrir ao espanhol de 36 anos, após praticamente cinco horas de jogo.

Em declarações recolhidas pelo site tennisworldusa, o alemão lamentou a derrota. “Tive as minhas oportunidades. Não consigo tirar da cabeça os erros no 5-5, do quinto set. Espero conseguir manter-me positivo porque esta é uma das derrotas mais duras da minha carreira. Todo o crédito para o Ferrer, que é um grande competidor”, referiu o número 34 mundial.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *