João Sousa afastado em pares em Auckland

Depois de ter carimbado um concludente triunfo em singulares, João Sousa revelou-se incapaz de dar um passo em frente no quadro de pares do ATP 250 de Auckland, na Nova Zelândia.

O vimaranense e o argentino Guillermo Duran foram travados na ronda inaugural pelo par composto pelo local Marcus Daniell e o brasileiro Marcelo Demoliner.

A dupla lusa-argentina cedeu pelos parciais de 4-6 e 4-6, e o número um nacional concentra-se agora exclusivamente na variante de singulares. Sousa vai defrontar na segunda ronda da prova neozelandesa, que disputa pela segunda vez na sua carreira, com Brydan Klein, número 324 da classificação ATP.

Sobre o autor
- Descobriu o que era isto das raquetes apenas na adolescência, mas a química foi tanta que a paixão se mantém assolapada até hoje. Pelo meio ficou uma licenciatura em Jornalismo na Escola Superior de Educação de Viseu e um Secundário dignamente enriquecido por cadernos cujas capas ostentavam recortes de jornais de Lleyton Hewitt. Entretanto ganhou (algum) juízo, um inexplicável fascínio por esquerdas paralelas a duas mãos e um lugar no Bola Amarela. A escrever por aqui desde dezembro de 2013.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *