Gasquet: «Penso em jogar singulares, mas o capitão decide»

Chamado à última hora para substituir Nicolas Mahut na final da Taça Davis diante da Bélgica, Richard Gasquet, de 31 anos, esteve à altura dos acontecimentos durante o encontro de pares de sábado, que ganhou ao lado de Pierre Hugues Herbert, mas onde até foi o melhor jogador em campo.

Agora, Gasquet admite estar preparado para ser chamado para jogar o quinto e decisivo encontro, este domingo, caso Jo-Wilfried Tsonga não consiga arrumar a questão diante de David Goffin, no quarto duelo da final. “É claro que penso em jogar singulares, mas é o capitão [Yannick Noah] que decide. E o Lucas Pouille também é um grande jogador”.

TOPSHOT – France’s Richard Gasquet returns the ball during the doubles tennis match at the Davis Cup World Group final between France and Belgium at Pierre Mauroy Stadium in Lille on November 25, 2017. / AFP PHOTO / PHILIPPE HUGUEN (Photo credit should read PHILIPPE HUGUEN/AFP/Getty Images)

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.