Federer sobre a idade: «A chave é que me mantenho bem fisicamente. Continuo a tentar melhorar»

Roger Federer carimbou esta quarta-feira a sua passagem para a terceira ronda do torneio de Wimbledon. O número dois mundial, primeiro cabeça-de-série no All England Club, realizou uma exibição bastante sólida, especialmente no que diz respeito ao capítulo do serviço.

Na análise à vitória, o suíço mostrou-se satisfeito. “Senti-me menos nervoso do que em relação à minha estreia. O serviço funcionou muito bem. Há dias onde está melhor que outros mas hoje foi um dia sim. Às vezes, o serviço afeta mais um determinado tipo de jogadores, isso claro que também influência”, comentou.

A sensivelmente um mês de completar 37 anos, Federer explicou a chave para o sucesso. “A chave é que me mantenho bem fisicamente, especialmente no últimos cinco anos, creio que isso foi o ponto chave de tudo. Continuei a melhorar, a trabalhar com os meus treinadores e com o meu preparador físico, tentando encontrar novas formas de treinar. Num desporto individual como o ténis, a confiança tem uma importância muito grande”.

Ainda sobre a Uniclo, a sua nova marca, o helvético confessou receber menos roupa que no tempo da Nike. “Talvez me tenham dado uns 15 calções. Camisolas só me deram 15 e eles ficaram com outras tantas, ou mais. Meias a mesma coisa, tal como as fitas para a cabeça. No passado era um pouco excessivo. Sempre disse: não preciso de 20 calções. Com seis ou sete está bem”, concluiu Federer, que vai defrontar o alemão Jan-Lennard Struff na próxima fase.

 

 

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.