Federer bate mais um recorde de longevidade e faz o que já não conseguia há 11 (!) anos

Roger Federer conquistou este domingo o título no ATP Masters 1000 de Indian Wells pela quinta vez na carreira, primeira desde 2012, e voltou a confirmar, se dúvidas ainda houvesse, que continua a não haver limites nem para o seu talento, nem para aquilo que é capaz de fazer aos 35 anos.

Ao vencer no deserto da Califórnia, Federer entrou para história não só como o campeão mais velho da história de Indian Wells, mas também como o mais velho campeão de sempre… num torneio Masters 1000, superando o anterior recorde, de Andre Agassi.

Esta é igualmente a primeira vez desde 2006, há 11 anos, que Roger Federer entra numa temporada a ganhar tanto o primeiro Grand Slam (Australian Open) como o primeiro Masters 1000 (Indian Wells). Conseguirá transportar a forma imaculada para Miami?

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *