Djokovic: «O ténis está a morrer na Sérvia»

Novak Djokovic surpreendeu esta quinta-feira ao mostrar-se muito preocupado com o atual estado do ténis na Sérvia, país que tem atualmente o número um ATP – ele próprio – e a número seis do ranking WTA – Ana Ivanovic.

“Apesar de todo o sucesso que eu, a Ana e a Jelena temos tido ao longo dos anos, não creio que isso esteja a motivar as crianças e jovens a inscreverem-se em escolas de ténis. Sinto que o ténis está a morrer na Sérvia e isso é um tópico sobre o qual estou preocupado e que todos nos devemos debruçar”, afirmou o recente campeão do Australian Open, em declarações à revista “Alo”.

Desde 2008, a Sérvia conquistou, só em singulares, 9 títulos do Grand Slam, uma Taça Davis e teve três diferentes líderes dos rankings ATP e WTA. Djokovic e Ivanovic têm 27 anos, ao passo que Jankovic está a poucos meses de completar 30.

Se no circuito masculino o cenário é aparentemente negro, entre as senhoras Ivana Jorovic e Aleksandra Krunic dão algumas esperanças ao ténis sérvio. As duas ajudaram, sozinhas, à subida da Sérvia ao Playoff do Grupo Mundial II, na semana passada, em Budapeste.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *