Dimitrov: «Quem me dera conseguir explicar aquilo que estou a sentir»

Final de época de sonho para Grigor Dimitrov. O tenista búlgaro venceu este domingo, pela primeira vez na carreira, as ATP World Tour Finals após derrotar na final o belga David Goffin. Dimitrov termina, desta forma, a melhor temporada da sua carreira, onde se vai estrear no top 3 do ranking ATP.

No final do encontro, em declarações, o tenista de 26 anos era um homem muito feliz. “Quem me dera conseguir explicar o que sinto. Foram duas grandes semanas para mim, das melhores que eu já tive na minha vida, sem dúvida. Foi uma honra para mim jogar esta competição”, referiu o búlgaro, deixando muitos elogios ao seu adversário.

“O David é uma excelente pessoa e um jogador incrível. Parabéns para ele e para a sua equipa por este resultado espetacular. Penso que o Goffin é um dos jogadores que mais evoluiu neste último mês. Estou muito orgulho por ter disputado este encontro com ele e desejo-lhe muita sorte para a próxima semana, na Taça Davis”, comentou.

Quanto aos próximos dias, Dimitrov já tem alguns planos em mente. “Preciso de uns dias de descanso para recuperar. A praia parece-me um bom destino”, concluiu num tom muito divertido.

Sobre o autor
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *