Challenger de Fairfield fortemente afetado pelos incêndios da Califórnia

Portugal tem sofrido (e muito) nos últimos meses com os incêndios florestais, um pouco por todo o país, mas o estado norte-americano da Califórnia também tem enfrentado uma situação dramática nos últimos dias, com milhares de hectares de floresta ardidos e cerca de uma centena de vítimas mortais.

Sem surpresas, os torneios de ténis no estado também têm sido afetados. É esse o caso do Challenger de Fairfield, que tem visto vários encontros serem adiados e suspensos por falta de qualidade do ar. Quando os encontros são disputados, muitas vezes os espectadores e árbitros optam por estar… de máscara.

Em declarações ao site ‘Tennis.Life’, o canadiano Frank Dancevic confessa as dificuldades que tem sentido. “É horrível. O fumo é muito forte e a minha gargante ainda me dói do meu encontro de ontem”, disparou o número quatro do país.

Segundo a mesma notícia, o torneio vai avaliar esta quinta-feira a qualidade do ar e caso não haja condições, o torneio é transferido para um clube a 40 minutos, em Davis, onde o efeito dos incêndios será bem menos relevante.

O fumo é evidente via live stream:

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *