Bautista Agut relembra tempos de futebolista: «Marcava golos até com as orelhas»

Roberto Bautista Agut não tem dúvida de que escolheu a profissão que melhor se serve, mas revela que a carreira de jogador da bola não esteve assim tão longe de acontecer. Em entrevista ao Onda Cero, o número 17 mundial recordou a altura em que brilhava como ponta de lança.

“Até aos juniores, eu jogava no Villareal, joguei o torneio Brunete”, disse o espanhol de 29 anos. “Tinha muito menos técnica, mas marcava golos até com as orelhas”, acrescentou Bautista Agut, admitindo que mudou para o ténis por não ver a sua vontade satisfeita.

“Percebi desde cedo que jogar na posição que queria não dependia de mim, eu queria jogar a avançado e eles metiam-me à defesa. Isso chateava-me e então escolhi o ténis”.

 

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *