Zverev salva match point, sai de um enorme buraco e bate um top 50 pela 1.ª vez num Grand Slam

Alexander Zverev, número três mundial, segundo cabeça-de-série em Roland Garros e líder da ATP Race à entrada para torneio francês, esteve quase a ver repetir-se o pesadelo de outras ocasiões, mas conseguiu sair de um enorme buraco para se qualificar para os oitavos-de-final de Roland Garros pela primeira vez na carreira.

O alemão de 21 anos, um dos melhores jogadores do Mundo nas últimas temporadas fora dos torneios do Grand Slam, virou de 2-4 e 5-6 abaixo no quarto set, salvou um match point no quinto mas conseguiu bater o bósnio Damir Dzumhur, 27.º cabeça-de-série, por 6-2, 3-6, 4-6, 7-6(3) e 7-5, ao cabo de quase quatro horas de batalha. O bósnio ainda serviu para o encontro no quarto parcial — foi quebrado em branco.

Contas feitas, esta é a primeira vez na carreira de Alexander Zverev que o alemão derrota um top 50 (!) num qualquer torneio do Grand Slam. Segue-se Lucas Pouille ou Karen Khachanov, que se defrontam ainda esta sexta-feira em Paris.

 

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.