[Vídeo] Pior chamada de um juiz de linha na história do ténis? Borna Coric nem queria acreditar

O Challenger de Irving, em Dallas, recebeu esta quinta-feira um dos piores momentos de arbitragem de que há memória nos últimos tempos a qualquer nível de torneios. A servir para derrotar Borna Coric na segunda ronda da prova, Dustin Brown enfrentava um break point e disparou um primeiro serviço cerca de 30 centímetros fora… só que ninguém chamou a bola e o ponto contou como um ás.

Coric ficou desesperado, mas as suas reclamações junto do árbitro de nada valeram, ainda que minutos depois o próprio lhe tenha admitdo. “Talvez tenha sido fora”. Um momento para ver com os seus próprios olhos.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *