Thiem, o modesto: «Estou muito feliz por me manter no top 10»

Dominic Thiem aterra em Roland Garros no terceiro lugar da ATP Race e como o segundo jogador que mais pontos ganhou durante a temporada de terra batida, mas nem por isso deixa de ter os pés bem assentes no chão. O jovem austríaco de 23 anos, que em 2016 chegou às meias-finais em Paris, admite-se contente… por continuar no top 10 mundial.

“Estou muito contente por continuar no top 10 e por esse estar a ser o meu nível este ano. Ganhei mais pontos em Madrid e Roma do que no ano passado, o que me tira muita da pressão que tinha para defender pontos aqui”, admite o número sete ATP, que tem um quadro muito complicado, onde figura dois nomes que odeia defrontar: David Goffin e Novak Djokovic, dois dos três jogadores (o outro é Nadal) que o derrotaram em terra batida este ano.

Thiem é o único jogador do top 10 masculino a iniciar o seu torneio já este domingo. Defronta o australiano Bernard Tomic.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *