Shapovalov: «Bato a esquerda com a técnica que a minha mãe me ensinou»

Denis Shapovalov pode até ter sido apanhado de surpresa quando, na sala de imprensa, o questionaram sobre ser o novo número um canadiano, mas o tenista de 19 anos mostrou-se totalmente convicto das suas palavras na hora de atribuir os créditos da sua esquerda.

“Não, bato a esquerda com a técnica que a minha mãe me ensinou”, disse o 29.º classificado do ranking, quando questionado se tinha sido o seu antigo treinador italiano o grande responsável por uma das melhores armas que tem no seu jogo.

Tessa Shapovalov, antiga jogadora, começou a treinar o seu filho aos cinco anos. Em 2012 abriu a sua própria academia, em Ontario, no Canadá, mas continua a fazer parte da equipa técnica de Shapovalov. “Aprendi com ela toda a técnica que tenho, foi ela que me iniciou no ténis”.

Ensinamentos que têm vindo a dar cada vez mais frutos. Esta terça-feira, Shapovalov derrotou Tomas Berbych no Masters 1000 de Roma, depois de na semana passada ter alcançado as meias-finais em Madrid.

 

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *