Robredo volta a triunfar em Lisboa: «Foi um jogo estranho»

Pela segunda vez este ano – e primeira desde Março – Tommy Robredo ganhou dois encontros consecutivos no circuito profissional. O espanhol de 36 anos foi o último tenista na jornada de ontem a apurar-se para os quartos-de-final do Lisboa Belém Open, depois de derrotar Liam Broady (164.º mundial), ao fim de duas horas, por 6-3, 4-6 e 6-3.

Robredo (227.º) dominou o set inicial, mas deparou-se com uma boa reacção do esquerdino britânico, ex-número dois do ranking mundial de junioresfoi finalista nesse escalão em Wimbledon (2011) e US Open (2012). “Foi um jogo estranho. Ganhei o primeiro set, lutei e depois, no segundo set, ganhei os jogos de serviço com muita facilidade, mas tive um jogo em que fiz muitos erros e isso custou-me o break. No terceiro foi complicado; ele estava com muita confiança, mas continuei a lutar e acabou por cair para o meu lado. O meu primeiro serviço hoje não funcionou muito bem. Tinha muitas opções para poder vencer e quando se consegue ter mais soluções do que o teu adversário, o resultado acaba por ser normal”, resumiu Robredo.

O ex-top 5 mundial vai tentar repetir a presença numa meia-final do ATP Challenger Tour este ano, tendo como adversário Christian Harrison (220.º). “Vi-o jogar há pouco. Tem um grande serviço e joga com muita intensidade, mas aqui todos são bons e o importante é disputar o máximo de encontros. Jogos como este, em que é preciso lutar, podem-me ajudar, para dar confiança no futuro”, frisou Robredo.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *