Nadal: «Não vou arriscar nada nem perseguir o número um mundial»

Rafael Nadal, campeão de Wimbledon em 2008, 2010 e ainda finalista nas temporadas de 2006, 2007 e 2011, não consegue ultrapassar os oitavos-de-final nos ‘The Champioships’ há sete anos, mas está confiante de que está na hora de quebrar essa malapata recente. O maiorquino de 32 anos ficou na sua ilha a treinar para o torneio mais emblemático do Mundo e garante que está muito confiante para abordar o que aí vem…

“Venho de jogar muito bem em terra batida e isso ajuda-me sempre, mas em Wimbledon há muitas coisas a ter em conta: o court, que é muito especial, o sorteio, que também é importante. Mas estou com uma dinâmica e uma confiança muito altas”, confessou em declarações ao site maiorquino ”Última hora’.

Nadal explicou como têm corrido os treinos em relva. “O meu corpo precisava de algum descanso mas foi bom treinar esta semana nos courts do Mallorca Open. As mudanças drásticas de superfície não são positivas para mim, mas há alturas em que não temos outro remédio. Trabalhei em aspetos do meu jogo que penso que me vão ajudar em Wimledon”, assegurou.

O agora número dois do Mundo não quer pensar nem na liderança do ranking, nem numa possível final com Roger Federer. “Não penso em finais, nem posso ter esse pensamento. Federer e eu não nos defrontamos numa final de Wimbledon desde 2008. Esse cenário está muito longínquo. Tenho de trabalhar dia a dia. Não vou arriscar nem perseguir o número um do Mundo. Nesta altrua da minha carreira o mais importante é estar saudável o maior número de semanas possíveis para poder lutar pelos títulos principais.”, assegurou.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.