Konta: «Somos umas sortudas por ter o Murray. Ele defende sempre as mulheres»

Johanna Konta, número 9 do ranking mundial, recebeu de alguns dos jornalistas ingleses de ténis o prémio de melhor jogadora britânica do ano, numa época que incluiu a conquista do título mais importante da sua carreira, no mega-evento de Miami.

A britânica bateu o seu compatriota Andy Murray na corrida a esse estatuto mas não poupa elogios ao escocês. “Somos uns grandes sortudos, especialmente nós mulheres, por duas palavras: Andy Murray. É um grande defensor das mulheres e defende-as sempre em todos os papéis que elas desempenham”, lembrou a 9.ª WTA.

Konta vai começar a sua temporada no WTA Premier de Brisbane, na Austrália, na primeira semana de janeiro de 2018.

 

Sobre o autor
-

Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *