Fognini não gostou da forma como Carreño ganhou a final de Moscovo e fez questão de dizer… na cerimónia

Emocional e temperamental, Fabio Fognini não deixa nada por dizer, mesmo que o momento não seja – de todo – o mais apropriado. E assim foi este domingo, durante a cerimónia da final do ATP de Moscovo, ganha pelo espanhol Pablo Carreño Busta de uma forma que o transalpino considerou “pouco limpa”.

Ora, Fognini vencia o encontro com um set de vantagem e parecia encaminhado para a conquista do título, quando Carreño Busta, em claras dificuldades para se movimentar, pediu assistência médica a um problema na coxa e foi assistido durante três minutos. No regresso, o espanhol voltou como novo, correu como nunca e… virou o encontro facilmente, conquistando o seu segundo título do ano e da carreira.

“Espero que a tua perna esteja boa. Quando o fisioterapeuta veio ao court colocou um ‘tape’ mágico na tua perna. Para a próxima vez também preciso de um”, disparou na cerimónia de entrega de prémios. Mais tarde, nas redes sociais, o italiano reforçaria essa mesma ideia.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Jornalista do Jornal Record desde 2013. Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *