Federer revela a única coisa que lhe ficou ‘atravessada na garganta’ esta época

Roger Federer nunca mais esquecerá a época de 2017. O suíço, que celebrou 36 anos em agosto, inicou o ano fora do top 10, duvidava-se que pudesse voltar a lutar pelos grandes títulos, mas regressou à competição da melhor forma possível, com dois títulos do Grand Slams e conquistando mais de metade dos torneios que disputou.

O suíço tem, no entanto, uma coisa que lhe ficou atravessada. “Nunca pensei voltar rapidamente ao topo. O meu plano era regressar ao top 10 ali pela altura de Wimbledon, mas tudo aconteceu muito rapidamente e vivi grandes momentos. A única coisa que me deixa desapontado é não ter estado na minha melhor forma durante o US Open. Tudo o resto foi fantástico”.

Federer derrotou Jack Sock na primeira jornada das ATP World Tour Finals de Londres e vai defrontar Alexander Zverev na segunda, às 20 horas de Portugal Continental na terça-feira.

Sobre o autor
-

Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *