Federer garante: vai voltar a jogar em Roland Garros

Roger Federer, número cinco do ranking mundial, insiste na ideia de que não está nada arrependido por ter falhado Roland Garros. O suíço de 35 anos assume que em nenhum momento olhou para trás para repensar a decisão tomada, nem quando se apercebeu que muitos dos seus rivais… não estavam em forma.

“Sentia-me tão bem nos primeiros meses da temporada que acabou por uma decisão fácil não jogar Roland Garros. Em nenhum momento me arrependi ou pensei ‘o que poderia acontecer se eu estivesse ali’. O meu calendário incluiu sempre Roland Garros mas acabei por não me sentir cómodo para jogar lá. Não quis comprometer Wimbledon e o US Open”, confessou o campeoníssimo suíço.

Federer garante no entanto que a sua história em Roland Garros, onde ganhou em 2009 e fez mais quatro finais, ainda não acabou! “Falhar Roland Garros não é uma tendência para o futuro. Voltarei a jogar lá. Isto foi uma decisão única e isolada”, assegura.

Sobre o autor
- Artigo escrito ou editado pela equipa de redação.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *