Federer arrasa inovações do US Open: «Qualquer dia os treinadores entram em campo e jogam também!»

Um eterno conversador no que às regras do ténis diz respeito, Roger Federer não surpreendeu ao mostrar-se totalmente adverso à possibilidade de os treinadores poderem entrar em court para ajudar os seus jogadores durante a fase de qualificação do US Open, à semelhança do que acontece há quase uma década no WTA.

“Talvez qualquer dia os treinadores entram em campo e jogam também. Vão ficar mesmo em forma”, ironizou em conferência de imprensa o suíço que, por exemplo, também nunca foi grande fã do olho de falcão durante os primeiros anos.

Federer dispara noutra direção em relação a eventuais mudanças nas regras da modalidade. “Acho que seria mais interessante ter um tempo fixo e certo entre os pontos, para que pudéssemos jogar melhor.”

 

Sobre o autor
-

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social.
Jornalista do Jornal Record desde 2013.
Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *