Contas da liderança do ranking: Federer aproxima-se e está na luta pelo n.º 1

O título de Roger Federer em Xangai deixa mais abertas das contas da luta pelo número um mundial, que estão, ainda assim, muito favoráveis a Rafael Nadal nesta altura. O suíço somou 1000 pontos na China e baixou da fasquia dos 2000 de desvantagem para o espanhol, numa altura em que estão ainda por disputar 3000 pontos. A margem de recuperação de Federer não é muita, sendo quase forçoso que vença tudo o que vai jogar até ao final de 2017. E pode nem ser suficiente.

Top 2 após Xangai

  1. Rafael Nadal, 10.465 pontos
  2. Roger Federer, 8.505 pontos

Pontos a defender até ao final do ano

  • Rafael Nadal: 0
  • Roger Federer: 0

Pontos em disputa para ambos (se mantiverem o calendário) até ao final do ano:

  • ATP 500 de Basileia (500 pontos)
  • ATP Masters 1000 de Paris (1000 pontos)
  • ATP World Tour Finals (total de 1500 pontos)
Sobre o autor
-

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social.
Jornalista do Jornal Record desde 2013.
Entrou no Bola Amarela em 2008 e ainda por aqui está, a escrever sobre a modalidade que verdadeiramente o apaixona.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *