Andy Murray é o novo número um mundial!

Temos novo número um! Após a derrota de ontem de Novak Djokovic nos quartos-de-final do BNP Paribas Masters, desfecho inverso ao do encontro de Andy Murray relativo à mesma fase da competição, o bicampeão olímpico tinha hoje pela frente um dos encontros mais importantes da carreira, enfrentando Milos Raonic por um lugar na final do último evento da categoria Masters 1000 da temporada – e, mais importante ainda, pela subida à tão ambicionada liderança dos Emirates ATP Rankings.

Porém, e em mais um momento insólito desta temporada de 2016, o canadiano não resistiu a uma lesão na coxa direita e anunciou há minutos, em conferência de imprensa, a sua desistência das meias-finais – deixando ainda no ar que não tem a certeza se poderá, sequer, disputar as ATP World Tour Finals a partir do próximo dia 13.

Andrew “Andy” Barron Murray é o primeiro britânico a chegar ao “topo do mundo” na Era Open – tornando-se, de igual modo, no 26º número um mundial e, aos 29 anos e 5 meses, no segundo mais velho a alcançar esse estatuto pela primeira vez. O escocês põe fim a 122 semanas consecutivas de Djokovic e 12 anos dominados exclusivamente pelos outros integrantes do Big Four. Tudo isto por apenas cinco pontos.

cwgwlf5xgaapq2l

Quanto à final de Paris-Bercy, essa será disputada entre dois anglófonos pois John Isner levou de vencida o “carrasco” de Djokovic, Marin Cilic, pela primeira vez na carreira e em sets diretos.

Sobre o autor
-

Licenciado em Ciências da Engenharia – Engenharia Física. Estudante de Mestrado em Engenharia Física Tecnológica no Instituto Superior Técnico. Membro da equipa desde maio de 2011 e grande entusiasta por ténis.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *