ATP fala sobre o caso Harrison/Young e vai investigar acusações de racismo

A estreia do ATP 250 de Nova Iorque já está a dar que falar e não é apenas pelo court de cor peculiar nem pelo estádio de grande capacidade. Donald Young e Ryan Harrison, compatriotas e jogadores da casa, trocaram algumas palavras no encontro desta segunda-feira, o que levou Young e acusar o seu colega de racismo. A ATP já veio a público falar sobre o caso e, numa breve nota, admite que vai conduzir uma investigação para apurar a verdade.

“A ATP leva as acusações de racismo muito a sério. Haverá uma análise mais detalhada de todo o vídeo e áudio do encontro durante uma investigação”, disse a entidade reguladora do ténis profissional masculino, sem adiantar mais detalhes. Recorde-se que Donald Young e Ryan Harrison, que acabou por vencer o encontro, envolveram-se numa troca de palavras em pleno encontro, o que obrigou à intervenção do árbitro de cadeira.

Mais tarde, e através do Twitter, Ryan Harrison desmentiu qualquer acusação de comentários racistas, referindo que qualquer investigação à imagens e ao áudio do encontro acabará por lhe dar razão.

Sobre o autor
- Licenciado em Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Jornalista da GQ Portugal e colaborador do Bola Amarela desde novembro de 2011, pouco tempo depois de começar a seguir mais atentamente o mundo do ténis. Pretende nunca mais parar.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *