Aos 28 anos, Laura Siegemund venceu primeiro título WTA

Dez anos depois de se profissionalizar no circuito feminino, Laura Siegemund junta-se ao lote de campeãs WTA na tarde deste domingo depois de vencer o torneio de Bastad. A jogadora germânica defrontou e despachou, pelos parciais de 7.5 e 6-1, a checa Katerina Siniakova para vencer aquele que diz ser já um dos seus torneios favoritos.

Sexta cabeça-de-série no evento sueco, Siegemund eliminou ao longo da semana nomes como Lucie Hradecka, Lara Arruabarrena e Julia Goerges, beneficiando do facto de não se cruzar com qualquer outra pré-designada no percurso para o título. Do outro lado da rede na final estava a grande surpresa do torneio, dadas as vitórias de Siniakova frente a Sara Errani, segunda favorita, e a local Johanna Larsson.

Siegemund perdeu ainda um jogo de serviço na primeira partida mas não deu qualquer hipótese na segunda, concluíndo o encontro ao cabo de 83 minutos. Nesta temporada, a jogadora de 28 anos tinha já disputado a final do torneio de Estugarda.

“Este é um dos meus torneios favoritos, e nem acredito que foi mesmo este que ganhei”, comentou Siegemund no final, “estava em boa forma e a jogar bem nesta semana. Sabia que poderia ter aqui um bom resultado mas ganhar o torneio é algo que nunca se espera, ou algo em que nunca se pensa”.

Para além do troféu, Laura Siegemund leva na mala um cheque de 43 mil dólares e a garantia de que, nesta segunda-feira, chegará à 32.ª posição da hierarquia mundial, a sua melhor de sempre.