A incrível noite de João Domingues em 9 pontos memoráveis

É o encontro de que todos os portugueses falam e que marca de uma forma muito especial a terceira edição do Millennium Estoril Open. João Domingues, número quatro nacional, fez-se valer do seu forte espírito de sacrifício  e do espantoso apoio do público para iluminar e abrilhantar de forma memorável a primeira sessão noturna do torneio português, diante de Kevin Anderson, antigo top-10.

Foram três sets intensos, feitos de jogadas absolutamente incríveis, capazes de fazer tropeçar várias vezes o gigante sul-africano de 2,03 metros, que se fez valer do seu potente serviço para evitar ir definitivamente ao chão.

Na memória ficam, sobretudo, a resiliência e o ténis que saiu da raquete do jogador de Oliveira de Azeméis de 23 anos, 242.º do ranking mundial, nesta sua inédita presença na segunda ronda de uma prova ATP 250.